VIGILANTES

Carlos Patrício > FAQs > VIGILANTES

Os trabalhadores que exercem a função de vigilantes, independente de trabalharem armados ou não, estão expostos a diversos riscos. Em razão disso, a eles é devido um adicional de periculosidade de 30% sobre o salário. O vigilante que realiza trabalho noturno ainda tem direito ao pagamento do adicional noturno de 20%, relativo as horas entre 22 horas até 5 horas.

A jornada de trabalho mais comum desses trabalhadores é a 12×36, a qual pode ser estabelecida por acordo individual. Nesta jornada, é autorizado ao empregador indenizar o repouso para alimentação e descanso.

Vale dizer, que os vigilantes também precisam trabalhar uniformizados, sendo vedado qualquer tipo de desconto para custeio do uniforme, que deve ser fornecido gratuitamente pelo empregador.

Esses são alguns dos muitos direitos dos trabalhadores vigilantes.

Restou alguma dúvida? Entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *